Transporte individual

Estacionamento, pensar o futuro com o foco na experiência do cliente. Tendências provocadas pela pandemia e que vieram para ficar

Estacionamento

Estacionamento, pensar o futuro com o foco na experiência do cliente. Tendências provocadas pela pandemia e que vieram para ficar.

As cidades estão hoje mais recetivas a soluções inovadores, as sucessivas vagas da pandemia têm dado margem aos decisores para testar modelos que de outra forma dificilmente seriam experimentados on the road. O setor do estacionamento urbano, tem sido sempre associado a dificuldades de gestão e não é fácil implementar soluções de consenso. Quando falamos de estacionamento agradar a gregos e a troianos parece ser um objetivo inatingível.

O estacionamento inteligente existe e há exemplos de cidades que têm testado modelos de gestão de estacionamento interessantes, no entanto a questão que se coloca é, estarão os decisores da maioria das cidades dispostos a enveredar por esse caminho?

O estacionamento inteligente existe e há exemplos de cidades que têm testado modelos de gestão de estacionamento

“As preocupações com o transporte público, a redução do tráfego e a procura da melhoria do bem-estar das pessoas durante a pandemia aceleraram a necessidade de ações sustentáveis ​​ao nível dos transportes e da mobilidade.” Resolver o problema do estacionamento não é um tema à parte, é preciso encontrar soluções para uma mudança positiva.

Foi o que no Reino Unido fez a BPA (British Parking Association) com o projeto “Park Active”, uma iniciativa desenvolvida em parceria com o governo e outros parceiros com interesse nas viagens e transportes. O Park Active oferece aos operadores de estacionamento uma estrutura prática que permite que estes ofereçam opções de bicicleta e vias pedonais até aos centros das cidades, seja o destino atrações turísticas, empresas ou hospitais, por exemplo. Ainda durante o pico da pandemia o Park Active, em colaboração com aplicações tecnológicas de estacionamento, garantia estacionamento gratuito aos profissionais de saúde que tinham à sua disposição o mapeamento online a identificar onde poderiam estacionar.

Ganhou forma durante a pandemia o touch-free parking e seguramente é uma prática que os utilizadores não vão querer abandonar

Outra solução que ganhou forma durante a pandemia foi o touch-free parking e seguramente é uma prática que os utilizadores não vão querer abandonar, que pode funcionar com diferentes opções:

  • A reserva online em casa, apresentando apenas a mão na coluna da entrada em vez de pressionar um botão
  • O reconhecimento da matrícula
  • O pagamento por cartão de crédito através do pagamento posterior

Outra tendência é incluir o estacionamento como parte integrante das soluções de mobilidade, nomeadamente quando falamos de (MaaS).

Nos últimos meses, provocado pela necessidade de encontrar soluções que facilitassem a saúde pública, o sector do estacionamento deu um salto gigante no uso da tecnologia e claramente não vai querer retroceder, porque o caminho é para a frente!